fbpx
engordar-na-quarentena
comportamento alimentar,  emagrecimento

Por que engordamos e exageramos na comida na quarentena?

Logo que começou a quarentena muitas pessoas se preocuparam com o ganho de peso e exagero na comida e depois de 4 meses algumas perceberam que não era apenas um meme, mas sim uma realidade.

Mas por que engordamos e exageramos na comida na quarentena?

Por que engordamos na quarentena

A explicação está ligada a vários fatores, estamos vivendo um momento que impactou em vários setores da nossa vida. Abaixo vou detalhar cada um deles.

Descontar a emoção na comida

Não é de hoje que usamos a comida para aliviar as emoções, mas quando fazemos isso sempre pode surgir o diabetes, colesterol alto e ganho de peso.

Você está triste, ansiosa, nervosa, preocupada e a comida passa a ser sua única amiga e uma característica importante do comer emocional é comer com urgência e em grande volume.

Come uma barra inteira de chocolate em 5 minutos, o pote de sorvete que não dura nem um dia ou o bolo que acaba em menos de 30 minutos. Você não está com fome, você está querendo aliviar suas emoções, mas comer te distraí do problema em questão e traz uma sensação de prazer que logo depois vem acompanhada de culpa por ter exagerado.

Junte a culpa com os outros sentimentos que você está vivenciando e temos combustível suficiente para você querer “chutar o pau da barraca” e comer mais um vez, outra vez e outra vez.

O tédio também provoca uma sensação de “não sei o que vou fazer, então vou comer”. A verdade é que não estamos acostumados a escutar nossos barulhos internos e quando o mundo lá fora silencia, o som dentro de nós fica tão alto que precisamos nos distrair comendo.

Sedentarismo total

Quase da noite para o dia paramos de nos movimentar, mesmo que antes da pandemia você não fizesse nenhuma atividade física ainda assim se movimentava quando caminhava até o metrô, padaria, ao trabalho e passeios com amigos.

Mesmo que você mantenha a sua alimentação da forma que estava anteriormente da pandemia é provável que seu peso se altere um pouco devido ao pouco movimento.

Consequências fisiológicas

Você fica estressado (a) e as emoções ficam a flor da pele o que avisa ao cérebro que você está em perigo, por isso precisa lutar ou fugir. Mas como lutar ou fugir de uma pandemia? da falta de emprego? do sofrimento dos conhecidos que estão passando necessidade?

Não tem como né? O corpo realiza uma cascata de ações que libera substâncias para que tomemos uma ação frente ao perigo, mas esse perigo não lidamos lutando ou fugindo, assim não utilizamos essas substância como deveria, entretanto ela acaba por aumentar as células de gordura ocasionando o aumento do peso.

E outra ação do corpo é mais uma sensação de que você engordou do que engordar de fato, é o inchaço e distensão da barriga. Calma, que eu te explico!

Você diminui os seus movimentos e com alteração da alimentação pode estar retendo líquido, o que altera o seu peso na balança, mais isso não significa que você engordar (engordar é quando você ganha peso na forma de gordura).

Pelos motivos que citei acima, o seu intestino pode não estar funcionando como deveria, assim as fezes ficam mais tempo no seu intestino provocando o crescimento de bactérias ruins que fermenta o que você comeu (principalmente pão, bolo arroz, couve-flor, brócolis, feijão, doces, repolho), causando distensão da barriga e falsa sensação que você ganhou peso.

E o que fazer se você engordou na quarentena?

Quero começar falando, primeiro, do que não fazer. Eu sei que pode ser tentador, mas fazer dieta vai aumentar sua ansiedade, agitação e preocupação, o que vem atrapalhar ainda mais o gerenciamento das suas emoções e aumenta a sua vontade por alimentos mais açucarados e gordurosos (lembre-se o proibido é mais gostoso!)

Agora, respira e inspira! Você engordou e está tudo bem, está tudo bem no sentido de que é importante você ver o contexto que estamos vivendo e tudo o que proporcionou esse ganho de peso . E vamos à algumas ações que você pode tomar:

Enquanto isso…

Alimentação

Aqui neste blog e no meu instagram posto várias dicas de alimentação, escolha algumas delas para experimentar praticar ao longo do dias. Não seja, vai curtindo o processo e observando os erros e acertos sem se julgar, se alegre pelo simples fato de você está conseguindo cuidar melhor da sua alimentação.

Movimente-se

Eu sei que atividade física está bem complicada de fazer nesse momento, mas que tal fazer alongamento e dançar sua música preferida? Você ganha o movimento e bom humor devido a endorfina, substância liberada durante a atividade física.

Seja gentil com você

Estamos com limitação de movimento e outras ações, por isso seja gentil com você e comemore cada pequena conquista que tiver nosso processo de construir seu autocuidado.

Ah, já ia esquecendo de falar… não se pese com tanta frequência, o peso varia por diversas condições como expliquei nessa entrevista e ficar controlando cada número que sobe ou desce pode causar preocupação desnecessária.

Se acolha e se abrace!

Me conte nos comentários como está sendo esse período para você 😉

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *