fbpx
como-nao-exagerar-na-comida
comportamento alimentar

Dicas de como não exagerar na comida no final da tarde!

Você acorda faz o seu café da manhã, realiza suas atividades e almoça…até aí tudo bem, mas chega o fim da tarde você começa a exagerar na comida.

Você tem uma fome avassaladora que não sabe nem explicar como surgiu. Neste momento o seu projeto de se alimentar melhor, que aparentemente, estava um sucesso cai por água a abaixo e você come o bendito salgado da lanchonete que evitou o dia todo.

Você já parou para se perguntar o porquê isso acontece?

Por que comemos mais a noite?

Se você observar por alguns dias vai perceber que esse exagero na comida sempre aparece no mesmo período do dia, fim da tarde e começo da noite.

Sabe por que isso acontece?

Costumamos fazer uma associação que para emagrecer ou ser saudável é preciso comer pouco, por isso todo dia de manhã você acorda certa que vai conseguir controlar sua fome e consegue fazer isso até um certo horário.

Entretanto, a fome é algo dificílimo de controlar. Quem controla a nossa fome é o cérebro, na camada responsável pela sobrevivência, chamada de reptiliano. Por se tratar da sobrevivência o cérebro tem recursos bem poderosos para nos impulsionar a comer mesmo que tenhamos foco, força e fé.

Quer um exemplo? Tente segurar sua respiração por algum tempo. Qual foi a sensação que teve ao voltar a respirar? Você quis pegar todo o ar que estava no ambiente como se sua vida dependesse disso, porque depende mesmo.

Com a fome funciona do mesmo jeito, você começa achando que vai conseguir controlá-la, mas chega um momento que perde esse controle e quer comer de tudo e mais um pouco.

E o que você pode fazer para evitar isso? Eu te conto no próximo tópico!

Como não exagerar na comida

Uma dica para não exagerar na comida é fazer intervalos regulares na refeição e os lanches tem um papel crucial nisso. Quando comemos em intervalos regulares o corpo consegue os nutrientes na proporção adequada e a parte do cérebro que cuida da nossa sobrevivência fica calma e evitamos o exagero.

Neste link você pode assistir uma live que fiz no meu instagram onde uma das minhas pacientes conta como os lanches a ajudou não exagerar na alimentação . Veja, vale a pena!

Mas afinal o que precisa ter e o que comer nesse lanche ?

O lanche, assim como as outras refeições precisa ser composta de carboidrato, proteína, gordura e fibra.

Carboidrato para ser nossa energia, você pode encontrá-lo em pães, bolos, tortas, aveia, chia.

Proteína que faz parte do músculo, hormônio e células, você pode encontrá-lo em leite, queijo e iogurte.

Gordura protege nossas células e ajuda a armazenar algumas vitaminas , leite e derivados são ótimas fontes, assim como os óleos.

Fibra ajuda o nosso corpo na absorção adequada de gordura e açúcar e funcionamento do intestino, está presente em frutas, verduras, aveia, chia, farinha integral.

Conforme fui citando os nutrientes e os alimentos fonte de cada já para começar a ter ideia do que comer no lanche, veja alguns exemplos:

  • Iogurte natural com mel e banana
  • Bolo limão e vitamina de abacate
  • Panqueca com patê de ricota e cenoura e suco de laranja
  • Chá de erva-doce com bolo de fubá
  • Vitamina de morango com chia

Estas são algumas sugestões, mas eu tenho um e-book onde ensino o passo-a- passo de como montar o lanche e ele tem mais de 10 receitas. Você pode obtê-lo me clicando neste link.

Gostou do conteúdo? Compartilhe com alguém que pode se beneficiar!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *